segunda-feira, 9 de março de 2015

Imersão no olhar de Nicoline - 2





     Está nos últimos dias a exposição "Olhares Imersos", de Humberto Nicoline, no MAMM.

     Fica somente até 15 de março, e o blog faz uma homenagem ao fotógrafo e expositor com esta cobertura tardia mas devida.

     Nicoline é um profissional, um jornalista e repórter fotográfico com longa carreira na imprensa de Juiz de Fora e por aí afora. Aqui na cidade, dispensa apresentações. Mas quem quiser algumas informações sobre sua carreira, prêmios recebidos etc., pode ler o perfil que aparece na ótima matéria do site do MAMM sobre a exposição.

     Do qual reproduzimos um parágrafo que fala sobre a ideia do título da mostra:
“Quando as câmeras eram analógicas o custo do processo fotográfico era muito alto: filmes, produtos químicos, manutenção do laboratório, cópias e o arquivamento dos negativos. Isso obrigava o fotógrafo a pensar muito antes de acionar o disparador. E mais: a fotometragem e o foco eram manuais, o que exigia mais habilidade e concentração. Era preciso estar mais imerso, absorto, mergulhado naquilo que estava registrando. A imersão na situação fotográfica antecipava a imersão dos banhos químicos da revelação”, explica Nicoline.

       São oitenta imagens em preto e branco. As fotos foram todas feitas em filme, na época clássica da fotografia. O fato de estarem todas em preto e branco pode impressionar e até causar estranhamento em fotógrafos mais novos. Mas compreende-se. Nicoline era fotojornalista. Apesar de a foto a cores já ser coisa antiga mesmo então, era um tempo em que os jornais ainda eram impressos totalmente em preto e branco. Assim, a foto de jornal era, por definição, em P & B. Para dar uniformidade estética à exposição, mesmo fotos originalmente a cores foram apresentadas em P & B.

     A exposição, com curadoria de Nina Mello, foi cuidadosamente pensada. As imagens, tomadas em vários lugares do Brasil e do mundo, estão dispostas em blocos temáticos de pessoas, lugares, animais e crianças. Nina faz também no site do MAMM (link abaixo) uma apresentação da exposição, da qual destacamos:
A fotografia se revela quando suscita a dúvida, segredos, possibilidades de novas realidades. Quando punge seus mistérios e seu lado oculto. É neste momento, exatamente nele, quando a imagem fotográfica ultrapassa seu caráter puramente iconográfico, que o diálogo acontece entre a imagem estática e quem as vê. Desencadea-se aí uma viva movimentação. Humberto Nicoline em seus “Olhares Imersos”, faz um convite. O fotógrafo, esse homem-artista, quer dialogar.






      Entre imagens curiosas, instigantes, agradáveis ou simplesmente belíssimas, acontece este diálogo. É uma mostra para não se perder.

     E é uma oportunidade também para se obter uma obra de arte fotográfica,  que é algo cada vez mais procurado e valorizado. As imagens podem ser adquiridas.



----------------------------------------
Exposição Olhares Imersos

Na Galeria Retratos-Relâmpago do Museu de Arte Murilo Mendes - MAMM
Somente até 15 de março
De 11 de dezembro de 2014 a 15 de março de 2015
Segunda a sexta, 9 às 18 h. Sábados, domingos e feriados, 13 às 18 h
Rua Benjamin Constant, 790 - Centro
36015-400 

(32) 3229-9070 / 3229-7650
www.museudeartemurilomendes.com.br



  • Site do MAMM