quinta-feira, 26 de junho de 2014

Concurso "Alto Retrato" prorroga prazo e reinicia votação


     De fato, foi confirmada a ocorrência de ataques ao processo de votação popular online do concurso "Alto Retrato", promovido pela PJF. Conforme comentado e informado no JF em Foco (ver notícias), o problema foi notado por participantes, que chegaram a copiar e publicar em redes sociais o quadro de votação quando indicava vários milhares de votos para determinadas imagens.

     A PJF tomou algumas medidas, que informou em mensagem enviada somente aos participantes por e-mail em 25/6. Entre as principais informações, estão:

  • TODOS os votos computados até as 18 h do dia 24/6 foram zerados.
  • A votação será estendida até o dia 1 / 7 / 2014 (terça-feira).

     Algumas avaliações.


      "Zerar" os votos foi uma medida correta, dado que não se podia saber precisamente quais eram os dados de boa-fé e quais os fraudulentos.

     Estender o prazo de votação para primeiro de julho, na verdade, é abrir novo prazo, já que a votação começou de novo, na prática. Medida também correta. 

     Teria sido preferível ver também a atribuição do prêmio passar a ser decidida por júri, como proposto pelo blog, e  a votação popular ser mantida, mas desvinculada da atribuição do prêmio. É um critério mais aceito em concursos online internacionais, e certamente mais seguro, não atraindo "prize hunters".



     De concreto, o que importa é que foram também anulados os votos de todas as pessoas que votaram de boa fé  (corretamente, era o que era preciso fazer). Assim, se alguém votou antes das 18 h do dia 24, e pretende participar da etapa de votação, precisa votar novamente!

     Como a PJF ainda não publicou esta informação mais amplamente, está por conta dos participantes avisar seus apoiadores da mudança e pedir que votem novamente.