sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Exposição "União e Indústria" em Niterói



---------------------------------
"Ponte Americana", foto de Revert Henry Klumb, de 1861

É considerada uma das fotografias mais extraordinárias
produzidas no Brasil durante o século XIX,
em virtude de sua perfeição técnica e estética


      A exposição “União e Indústria: uma estrada para o futuro” está novamente em cartaz, agora em Niterói -  RJ, no Museu do Ingá.

     A abertura é nesta sexta-feira, 18 de dezembro, às 18 h, e permanece até 28 de fevereiro de 2016.

      A mostra possibilita ao visitante compreender a trajetória desta monumental obra de referência da engenharia do século XIX, primeira estrada macadamizada da América Latina, inaugurada em 23 de junho de 1861, com a presença do imperador Dom Pedro II. Empreendida pelo comendador Mariano Procópio Ferreira Lage (1821-1872), por meio da Companhia União e Indústria, a estrada influiu no desenvolvimento de cidades ao longo de seu trajeto principal de 144 quilômetros e impactou decisivamente a economia do Império Brasileiro. A empresa foi também responsável pela implantação de uma colônia de imigrantes germânicos e da Escola Agrícola União e Indústria, em Juiz de Fora, além de oficinas e hotéis.

      Construída entre 1856 e 1861 para ligar Petrópolis a Juiz de Fora, a estrada União e Indústria vai ser apresentada ao público por meio de 22 fotografias de Revert Henry Klumb, do acervo do Museu Mariano Procópio. A curadoria da exposição é de Pedro Vasquez, referência como pesquisador da fotografia no Brasil, e reúne ainda litografias que ilustraram o livro “Doze horas em diligência: guia do viajante de Petrópolis a Juiz de Fora”, publicado em 1872.

      A exposição foi apresentada três vezes em Juiz de Fora, inicialmente no Espaço Cultural Correios, em 2013, no Saguão da Reitoria da Universidade Federal de Juiz de Fora, em 2014, e no Centro Cultural Brasil Alemanha, em 2015.



  Veja matérias do JF em Foco sobre a exposição,
com detalhes técnicos, um pouco da história 
e links para ainda mais informações
sobre Klumb, o curador, a exposição.
 
Revert Henry Klumb

      Fotógrafo de origem alemã, atuou no Brasil entre as décadas de 1850 e 1870. Acredita-se que tenha nascido em 1826 e morado alguns anos na França. Em meados da década de 1860, estabeleceu-se em Petrópolis, onde tornou-se professor de fotografia da Princesa Isabel, e o fotógrafo preferido da imperatriz.

      Foi o pioneiro em fotografias estereoscópicas no Brasil. Em 24 de agosto de 1861, após o registro da inauguração da Rodovia União e Indústria, recebeu o título de “Photographo da Casa Imperial”.


------------------------------
Exposição "União e Indústria: uma estrada para o futuro"
No Museu do Ingá
Abertura em 18 de dezembro de 2015, 18 h
Até 28 de fevreiro de 2016
Terça a sexta-feira, de 12 às 17 h. Sábados, domingos e feriados, 13 às 17 h
Rua Presidente Pedreira, 78
Ingá
Niterói - RJ