segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Exposição União e Indústria de volta - na Festa Alemã da Borboleta!





     A exposição “União e Indústria: uma estrada para o futuro” está novamente em cartaz, integrando a programação da 21ª Deutsches Fest, a Festa Alemã do Borboleta.

     Excelente oportunidade para quem não a viu no Espaço Cultural Correios, em 2013, ou no saguão da reitoria da UFJF,  em 2014, mas também para qualquer um de nós. Além de serem fotografias históricas da construção da estrada, no século XIX, são de  grande qualidade. Sem falar na sua relevância histórica. Estão associadas a aspectos importantes da história do Brasil no Segundo Império e à história de Juiz de Fora em especial.


     E lugar mais ligado a esta história, impossível! Afinal, grande parte dos imigrantes germânicos de Juiz de Fora veio para a construção da estrada.



     A exposição foi montada no bairro Borboleta, que fez parte da Colônia Pedro II, que integrava as ações da Companhia União e Indústria, fundada e presidida pelo comendador Mariano Procópio. Nesta exposição, em vez dos objetos museológicos do acervo, as fotografias de Revert Henry Klumb dialogam com os documentos e objetos da comunidade, relativos a União e Indústria. 

  Veja matérias do JF em Foco sobre a exposição em 2013 e 2014, com detalhes técnicos,
um pouco da história e links para ainda mais
informações sobre sobre Klumb, o curador, a exposição.
 

     O diferencial da exposição é que, desta vez, o acervo do Museu Mariano Procópio, destacando-se as fotografias registradas pelo alemão Revert Henry Klumb, está sendo exibido com documentos e objetos da comunidade sob a guarda da Associação Cultural e Recreativa Brasil – Alemanha, inclusive instrumentos de trabalho, como uma bigorna e um martelo utilizados na construção da estrada.


     A exposição permanecerá em cartaz depois da festa, até 30 de setembro, com programação educativa, promovendo o diálogo da comunidade com sua história. A estrada influiu no desenvolvimento de cidades ao longo de seu trajeto e impactou decisivamente a economia do Império brasileiro. A Rodovia União e Indústria possuía 144 quilômetros de um sistema moderno de ligação viária entre Petrópolis e Juiz de Fora, com ramais nos estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais.

     Mas é melhor ir visitá-la durante a Deutsches Fest, e ver a exposição de um fotógrafo alemão, sobre uma estrada construída com mão de obra germânica (alemães e austríacos), em meio a uma festa dos descendentes destes imigrantes! Eisbein, Kassler, Wurst e outros pratos típicos da cozinha alemã podem ser pedidos em um restaurante que funciona no próprio prédio onde está a exposição (e em muitas outras barracas também). Sem falar nas deliciosas tortas, no Apfel Strudel e muitas outras sobremesas! Tem Bier, claro, e pão alemão, grupos de danças típicas e ... bem, tem fotografia também! 


------------------------------
Exposição "União e Indústria: uma estrada para o futuro"
Na sede da Associação Cultural e Recreativa Brasil-Alemanha
Até 30 de setembro
De 14 às 20 h
Rua Irmão Menrado, 245
Bairro Borboleta