domingo, 17 de outubro de 2010

Zeka Araújo


     Zeka Araújo começou sua carreira como fotojornalista no jornal carioca Diário de Notícias, em 1967, passando depois pela revista O Cruzeiro, pelo jornal O Globo, e pela Placar. Depois, foi correspondente da Editora Abril em Londres, período em que produziu reportagens em cerca de quinze países.

     Zeka criou e dirigiu o Núcleo de Fotografias da Funarte. Fundou ou foi sócio de agências como Casa da Foto e F-4 e foi curador de fotografias do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro – MAM.

Mais alguns marcos da carreira de Zeka:

1988 - livro “Meu querido Jardim Botânico do Rio de Janeiro”, em parceria com Tom Jobim

1990 - editor de fotografias do Jornal do Brasil

1991 / 1994 - colaborador do jornal inglês The Observer e da agência francesa Magnum

1994 - professor de fotografia da Escola de Artes Visuais do Parque Lage

1996  - prêmios Marc Chagall e Marc Ferrez

1998 - Prêmio Nacional da Fotografia pelo conjunto de sua obra e valiosa contribuição ao desenvolvimento da fotografia no Brasil

2001 - expõe no Centro Cultural Recoleta, em Buenos Aires. Seminário Conversa do Olhar, no CCBB-Rio. Citado pela Enciclopédia de Artes Visuais do projeto Itaú Cultural

2002 - apresenta quatro programas sobre fotojornalismo no canal GNT

2006 - exposição Plano Infinito no Centro Cultural Telemar.

2008 - ensaio fotográfico para o livro sobre os 70 anos da Rádio MEC e outro para o livro que comemora os 40 anos da TVE.

2008 - palestra na Biblioteca Nacional, seminário sobre a chegada da família real portuguesa ao BRASIL.

2009 - Participa da exposição 4/QUATRO no SESC Copacabana com Walter Firmo, Walter Carvalho e Levindo Carneiro

Exposições no Rio de Janeiro: MUTAÇÕES, na Casa do Saber. OS AMIGOS, no Museu da República. FOME, no Centro Cultural Banco do Brasil.