terça-feira, 22 de outubro de 2013

Arquiteto e fotógrafo paulista mostra a JF de trinta anos atrás

 JUIZ DE FORA - MG - MEMÓRIAS -  (14)


Passarelas sobre a linha do trem em Juiz de Fora, de Alexandre Sampaio
 

     "O mundo gira e 'A Lusitana' roda", dizia antiga propaganda de uma transportadora, que depois caiu no uso popular para ser aplicada em situações  próximas a "o mundo dá voltas".

     Pois dá mesmo, e aqui está mais uma. Há cerca de trinta anos, em 1985, Alexandre Sampaio esteve em Juiz de Fora para um casamento e fez vários registros da cidade em preto e branco, com uma Leica.

     Agora, digitalizou os negativos e publicou no flickr. Naturalmente, acabamos por encontrar as fotos. Conversa daqui, conversa dali, descobrimos algumas proximidades. Mas o mais interessante foi a descoberta deste tesouro fotográfico, que Alexandre gentilmente está publicando no grupo JF em Foco no flickr.

     Alexandre é arquiteto e atualmente reside em Franca, onde é professor. É um excelente fotógrafo, como se pode conferir facilmente no flickr. Visitando sua página de Perfil encontra-se vários links interessantes, inclusive para seus livros disponíveis online no Blurb. Suas fotografias mais recentes são experimentações com imagens em formato de caleidoscópio, uma vertente de muitas outras experiências em que explora muito bem tanto a cor intensa quanto motivos geométricos. Mas o clássico e o preto e branco não ficam de fora de seu campo de interesse - muito pelo contrário.

     Entre as imagens de Juiz de Fora, foram objeto do interesse de Alexandre a estação ferroviária e seu entorno e a antiga Fábrica Mascarenhas. Com um precioso detalhe: antes da restauração pelo município e transformação no atual CCBM - Centro Cultural Bernardo Mascarenhas. As imagens mostram, portanto, um prédio fechado, em abandono e em deterioração. O conjunto de 26 belíssimas imagens em P & B é um grande registro de época e pode ser encontrado aqui: Juiz de Fora - Memórias Visuais.

      Curiosamente, duas das imagens que estavam no mesmo filme não foram ainda identificadas, e Alexandre não se lembra se foram tomadas em JF. Parecem ser de uma casa de fazenda. Portanto, ficam convocados os foto-arqueólogos juiz-foranos para eventual identificação.



JUIZ DE FORA - MG - MEMÓRIAS -  (26) 


A Mascarenhas em 1985, antes da restauração, de Alexandre Sampaio