segunda-feira, 25 de agosto de 2014

FOTO 14 - Danilo Moscon nos Lençóis Maranhenses




     Danilo Moscon é Engenheiro Mecânico, e a profissão o levou ao Maranhão entre 2006 e 2011. Já fotografava, mas com menos intensidade. Deste período, ele conta: "Consegui me dedicar  de uma forma forte à fotografia. Viajei por quase todo o Maranhão e descobri a sua enorme beleza, a sua luz maravilhosa. Destas viagens, foram surgindo fotos que, ao mostrar aos meus amigos, fui muito incentivado a expor, vindo a fazer quatro exposições na cidade de São Luís."

     É do trabalho  e da experiência daquele período que Danilo compôs a atual mostra "Lençóis Maranhenses", que integra o conjunto das exposições do FOTO 14 que foram vencedoras do 3º Prêmio Funalfa de Fotografia, de 2014.



 Veja a Programação Completa do FOTO 14
por evento: exposições | intervenções | oficinas | livros e outros


Quem é quem no FOTO 14 - individuais - coletivas - intervenções
Veja toda a cobertura do Foto 14 pelo JF em Foco

E o programa agora é ir ver as exposições!




     Atualmente aposentado e residente em Juiz de Fora, Danilo dedica-se integralmente à Fotografia.

     E uma das frentes em que vem atuando é a da impressão fotográfica em alta qualidade. Foi o impressor de várias exposições recentes na cidade, e de quase todas as imagens dos fotógrafos de Juiz de Fora que participaram do Foto Escambo no FOTO 14. Pode-se saber mais sobre esta atividade de Danilo aqui mesmo no blog, em outras matérias. Veja Danilo Moscon.

     A exposição está no Hiato Ambiente de Arte, em São Mateus, uma das muitas que, neste ano, saíram  do CCBM, ampliando o alcance do evento para o novo "Circuito Fotográfico São Mateus Passos".

    A seguir, uma apresentação da exposição por Afonso Rodrigues.

"Lençóis Maranhenses"
   A Imensidão do vazio

     A presente exposição é uma reflexão sobre a potência da paisagem natural  na ressignificação do ser humano. A experiência vivenciada pelo fotógrafo Danilo Moscon, registrada nesta sequência de imagens, feitas na região dos Lençóis Maranhenses, propõe uma reflexão sobre nossa cultura contemporânea.
     A imensidão que se abre aos olhos do espectador não só o coloca frente a uma nova experiência geográfico/espacial, mas o coloca frente a si mesmo enquanto um ser cultural e social. Imerso numa civilização do excesso e do acúmulo, o enfrentamento à imensidão da paisagem desta região do Brasil instala no observador uma nova percepção de si, um esvaziamento existencial que, ao invés de jogá-lo num estado de anulação, o coloca num estado primal de percepção e comunhão consigo mesmo: o esvaziamento proposto pelas imagens  minimalistas o remete a um estado inicial de vida, a um nível de percepção primário onde as fronteiras do ser humano se diluem e sua união como todo torna-se palpável.
     O que este artista da imagem nos apresenta é uma seleção de  fotos que resumem esta experiência visual/existencial que, -  numa variação sobre o tema da paisagem da região maranhense, onde ele explora a combinação sutil das dunas, lagoas e firmamento - pede ao espectador um olhar afiado e reflexivo, solicitando uma atitude de passividade positiva, na qual a anulação de estereótipos culturais dá lugar a uma nova postura de interação com as imagens muito próxima à filosofia do zen, ou seja, o fluxo perceptivo se localiza nas sutilezas, numa vivência que não anula, mas que preenche através do vazio.









--------------------------------------------------------

No Hiato - Ambiente de Arte
FOTO 14 - 14 de agosto a 14 de setembro
Segunda a sexta-feira de 9 às 12 e de 14 às 18h. Sábado, de 9 h às 13 h
Rua Coronel Barros, 38 - São Mateus
(32) 3216-4727
www.hiato.com.br
hiato@hiato.com.br